Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Nossas Horas Felizes


Título: Nossas Horas Felizes • Autora: Gong Ji-Young • Editora: Record • Páginas: 280 • Ano: 2017

 Eu confesso que quis esse livro só por causa da autora ser coreana, simplesmente porque eu gosto bastante de histórias asiáticas, mas eu não estava preparada para o que eu encontrei nesse livro e mesmo agora, depois de ter concluído a leitura faz alguns dias, eu me sinto impactada pela história.
 É difícil falar sobre esse livro, mas uma das palavras que posso usar para defini-lo é Cruel, pois é realmente doloroso acompanhar essa história e eu senti meu coração apertado durante toda a leitura, mas por outro lado também posso defini-lo como um livro incrível e isso é do começo ao fim.

Resenha: Onze leis a cumprir na hora de seduzir


 Título: Onze leis a cumprir na hora de seduzir •  Autora: Sarah MacLean •  Gênero: Romance de época •  Páginas: 336 •  Editora: Arqueiro

 Eu não costumo ler romances de época, mas desde o momento que vi o primeiro volume de "Os números do amor", eu fiquei animada e então comecei a acompanhar a história. "Onze leis a cumprir na hora de seduzir" é o volume três, o último livro da trilogia e encerrou muito bem a mesma, foi uma história que me conquistou bastante e devo confessar que sentirei saudades dos personagens, pois a autora soube criar personalidades cativantes.

Resenha: Tudo e todas as coisas


Título: Tudo e todas as coisas • Autora: Nicola Yoon • Editora: Arqueiro • Páginas: 280 • Ano: 2017

 Recentemente li um livro da autora e fui completamente conquistada, então quando vi essa nova edição de "Tudo e todas as coisas" fiquei muito animada. Mas embora essa história seja conhecida por muitos leitores, eu não sabia nada sobre ela e como costumo fazer li o livro sabendo o mínimo possível sobre sua história e para a minha felicidade, novamente a autora me conquistou.

Conto: Uma em um milhão


 Oioi, gente! Quem acompanha o blog esses dias deve ter visto a resenha de "Um menino em um milhão", um livro que me conquistou completamente a ponto de virar um dos meus favoritos e hoje o post é sobre um conto sobre Ona, aquela senhorita centenária divertida da história.
 Eu recebi esse conto com o livro e não sabia se poderia ser lido de forma independente, então acabei optando por ler depois de concluir a leitura do livro e eu acho que essa é a melhor forma, visto que no livro o leitor vai conhecer bem a Ona e ser cativado por ela a ponto de querer ler mais sobre essa Srta, mas nada impede de ler o conto antes.
 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger