Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Dois a dois


 Título: Dois a dois •  Autor: Nicholas Sparks •  Gênero: Romance •  Páginas: 512 •  Editora: Arqueiro

 Eu sempre gostei muito dos livros do Nicholas Sparks, mas chegou um momento em que eu enjoei das histórias dele, pois convenhamos que elas possuem uma mesma fórmula, mas depois de um tempo sem ler esse autor, eu fiquei animada com esse novo livro dele.
 Mas como sempre faço, não busquei saber nada sobre a história e eu esperava encontrar algo parecido com os outros livros do autor, mas encontrei uma história diferente que me conquistou e emocionou muito, tanto que se tornou um dos meus livros favoritos.


 Em "Dois a dois" iremos conhecer Russel Green, um homem que possui uma bela esposa, uma filha adorável e uma boa carreira, para ele tudo estava ótimo, até que as coisas começam a mudar.
 Russel perde seu emprego e decide abrir seu próprio negócio, mas para isso ele precisa de tempo e durante isso não vai ganhar dinheiro, por essa razão sua mulher se vê obrigada a voltar a trabalhar para sustentar a casa.
 Agora Russel vai ter que cuidar de sua filha, London, e ao mesmo tempo tentar fazer seu negócio dar certo, sendo que no meio disso tudo começará a ter muitos problemas no seu casamento com Vivian.
 Tendo sua vida virada de ponta cabeça, Russ vai ver como cuidar de sua filha pode ser assustador e maravilhoso, ele terá que ser forte para passar por todas as dificuldades que irão aparecer na sua vida e vai se redescobrir.

"Dois a dois, pensei enquanto descia a escada. London e eu, pai e filha, ambos fazendo o melhor que podíamos."

 Devo começar já falando sobre o protagonista; Russ é um personagem maravilhoso, ele amadurece muito com o decorrer da história, mas desde o começo é um homem bom e cativante, só que em alguns momentos eu sentia vontade de "chacoalhar" ele, pois ele aceitava tudo e sempre pensava nas outras pessoas antes dele.
 London é a coisa mais fofa do mundo, uma menininha muito amável e educada que sempre se esforça para agradar seus pais, principalmente sua mãe e que apesar de as coisas começarem a ficar difíceis, ela se mantem forte.
 Vivian foi uma personagem que eu senti muita raiva, muito egoísta e insensível na maior parte da história, só pensando nela mesma e no que era mais fácil para ela, além disso toda hora jogava coisas na cara de Russ, sempre o acusando disso e aquilo, mas nunca parava parar ver o quanto ele sempre foi bom, só que devo admitir que dá para entender a personagem, embora não dê para aceitar todas as suas atitudes.


 Emily é uma ex de Russ que reaparece na vida dele e se torna sua melhor amiga, sendo uma personagem muito cativante também, sempre sendo muito bondosa e atenciosa com Russ, o ajudando quando ele precisa. Ela é extremamente inteligente, também sabe ser muito divertida e é uma mãe maravilhosa.
 E então temos Marge, a irmã de Russ, que para mim foi uma das personagens mais cativantes da história, pois desde o início se mostra alguém muito inteligente, corajosa e divertida, sempre estando ao lado do irmão para ajudá-lo e é realmente lindo ver o amor entre os dois.
 Há também a Liz, mulher de Marge, que é uma terapeuta muito atenciosa e inteligente, e não posso me esquecer dos pais de Russ, que são pessoas muito simples e cativantes também.


 As relações dessa história foram super bem construídas, começando pela de Russ com Marge, sua irmã, que é uma relação muito bonita de acompanhar, pois o amor entre os dois transborda das páginas e é impossível não amar a relação deles, sempre juntos ajudando um o outro.
 E então temos a linda relação de Russ com sua filha, como quase todo pai que fica responsável pelo sustento da família, ele nunca foi muito ligado à menina, mas quando começa a passar mais tempo com ela começa a descobrir o quão incrível sua menininha é e é muito bonito ver o quanto ele se esforça para ser um bom pai e mais lindo ainda é ver a forma como trata sua filha.
 Temos também o casamento de Russ que nos mostra que casamentos sempre possuem seus problemas e que muitas vezes a pessoa com quem você casou muda ao longo da vida fazendo com que você não a reconheça.
 A relação do protagonista com os pais também é algo bonito de ver, embora não haja tanta demonstração de amor dá para ver o quanto os personagens se amam.
 E é lindo também ver a relação de Russ com Emily, os dois tiveram um passado triste, mas quando se reencontram nasce uma linda amizade entre eles.

"- Você agora está triste, mas não é uma pessoa triste, e também não vai ficar triste para sempre. Está com raiva agora, mas não é uma pessoa raivosa nem vai sentir raiva para sempre."

 Essa história conseguiu me conquistar desde o início, pois eu gosto muito de histórias de pais e filhos, mas esse livro não é só sobre isso e por essa razão eu fiquei ainda mais encantada com ele, pois o mesmo fala sobre outros assuntos também, como o amor da família, coragem, amizade, etc.
 E mais do que conquistar, essa história conseguiu me envolver de verdade, tanto que eu chorei muito em algumas partes, ri em outras e senti tanta raiva de algumas situações que queria bater em determinado personagem, pois me senti injustiçada assim como Russ.


 A diagramação do livro está simplesmente linda, começando pela capa que combina perfeitamente com a história, pois ilustra uma bela cena do livro entre Russ e London. Por dentro tudo está muito agradável, as folhas são amareladas e o tamanho da fonte está ótimo, sendo que há borboletas nas trocas de capítulos.
 Embora esse livro seja "gordinho", a leitura do mesmo é muito rápida, pois ela é fluida e o leitor se envolve desde o início, então nem percebe as páginas passando.


 "Dois a dois" me surpreendeu muito, pois é uma história muito bonita e realista que aborda temas importantes e fala sobre situações que podem acontecer com qualquer um de nós, sendo que traz personagens humanos e cativantes.
 Creio que essa seja uma das melhores obras do autor e é diferente das anteriores, pois aqui o autor não foca tanto em um romance entre um homem e uma mulher, ele fala mais sobre o amor entre família e também fala sobre a coragem de buscarmos qualidades em nós mesmos que estavam escondidas.
 Enfim, essa história conseguiu se tornar uma das minhas favoritas e embora eu tenha falado bastante sobre a história, a mesma ainda consegue ser mais do que falei e por essa razão eu super recomendo a leitura.

(livro recebido em parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Olá Lari, tudo bem?

    Eu não consigo gostar de Nicholas Sparks de jeito nenhum... Todo mundo tece elogios, informando que tinham se apaixonado pelos personagens, que haviam chorado horrores, mas eu sempre largo no primeiro capítulo, rs.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Sem dúvidas um do melhores livros do Nicholas. O enfoque da história sendo mais para o lado das relações familiares foi sensacional. Uma história muito real e com personagens inesquecíveis.
    Adorei suas fotos e a resenha :)

    Books & Impressions

    ResponderExcluir
  3. Oi Lari! Tudo bem?

    Amei a resenha, ultimamente tenho curtido muito romance e esse em especial me deixou com um desejo de conhecer a escrita do autor que por sua vez nunca li nenhum livro dele. Parabéns!


    Grande abraço,
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Lari.

    Amo livros que trazem essa temática, um personagem que tem de lidar com certo problema e é tão bom perceber no decorrer da narrativa que ele conseguiu se desenvolver e melhorar em algo. Além de ser muito bom ter personagens bem construídos. Também gosto muito de livros que abordam temáticas entre pais e filhos, vou anotar a dica, apesar de só ter lido um livro do Nicholas.

    Beijinhos,
    Livros que Li

    ResponderExcluir
  5. Oi. Tudo bem?
    Dá para ver pela resenha que você realmente gostou do livro, né? Eu não gosto muito do gênero escrito pelo autor. Apesar de ter achado, interessante a história de "Dois a dois". Já vi várias resenhas sobre os livro do escritor, mas desse livro é a primeira que vejo. Aparenta ser um a história que envolve as pessoas. Até hoje só li um livro do Nicholas Sparks "Um amor para recordar", já leu? Adorei a sua resenha e gostei do textos intercalado de imagens, deixar a leitura mais fluida.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Tenho sérios problemas com esse autor, não consigo ler os livros dele. Mas sei que ele tem vários fãs que o adoram, então é questão de gosto mesmo. Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  7. Eu amo muito os livros do autor e espero nunca enjoar de ler algo dele kkkk
    Eu estou super curiosa com esse livro e a sua resenha me deixou ainda mais animada para ler também, adorei poder conhecer um pouco mais sobre a trama e a sua resenha está muito boa. Gostei bastante das suas fotos.

    ResponderExcluir
  8. Oi tudo bem?
    Não curto muito os livros do Nicolas, na verdade o único que curti um pouco foi A ultima musica mas o resto como você mesmo disse é todos da mesma formula, mas esse parece ser diferente por tratar da história de pai e filha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Heeey!

    Sou apaixonada pela escrita do Nicholas este livro esta na minha lista desde o lançamento.
    Amei sua resenha e fica mais curiosa ainda pela leitura.

    ResponderExcluir
  10. Olá tudo bem?
    Eu já fui super fã do Sparks e do mesmo jeito que você acabei enjoando das histórias dele. Como você mesma disse, elas possuem as mesmas formulas e as vezes sinto como se fossem a mesma.
    Reconheço que Dois a Dois parece ser totalmente diferente de tudo que o autor já tentou, mas estou receiosa.
    Talvez eu venha a ler em breve.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde, a resenha foi bem legal, você apresenta a história de forma a chamar a atenção para o livro, gostei muito.

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu estou bem empolgada pra fazer essa leitura. Concordo com você quanto a fórmula que o tio Nich imprime em seus obras, mas tenho visto críticas tão boas quanto a esse livro que quero ler ainda esse ano. Sem dúvidas vou me emocionar.
    Adorei sua resenha!

    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  13. Eu comprei o livro, mas não tive tempo de ler ainda. As resenhas que já li confirmam que este é um dos melhores livros do autor. Não vejo a hora de ler.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  14. Oii! Esse parece ser bem diferente daquela receita que já conhecemos do Sr. Sparks. Creio que nao tem como dar errado, já que ele fala sobre amor lindamente e não existe nada mais forte que o amor entre pais e filhos. Creio que seja uma narrativa emocionante e como você recomendou fortemente, vou procurá-lo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oie, amei a resenha, ainda não li nenhum livro do Nicholas Sparks, mais gostei bastante do livro dois a dois e já entrar na minha lista
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Oie amore,

    Amo NS, mas dei uma parada depois de ler alguns livros dele seguido e ver que os enredos são muito iguais... mas agora tá dando vontade de ler mais livros dele de novo... quem sabe não seja esse o próximo.
    Adorei a resenha e as fotos, parabéns!

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Amo/sou Nick Sparks, mas dessa vez ele errou a mão... abandonei a leitura porque não estava fluindo, informações demais, muitas voltas a toa... enfim, quem sabe depois eu volte a ler, mas por ora, não. Adorei suas fotos!

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Até hoje não li nada do Nicholas Sparks, mas tenho muita curiosidade. Eu até comprei um livro, mas não cheguei a ler em função de algumas leituras prioritárias e acabei enrolando hahaha
    Adorei suas fotos e sua opinião me deixou mais curiosa.

    Beijo

    ResponderExcluir
  19. Olá,

    Assim como você não procurei saber nada sobre a história, por isso me foquei mais na sua opinião, porque não gostou de saber muito sobre os livros que quero ler. E eu quero muito ler esse livro! Sou apaixonada pelas histórias do Tio Nick, quero ler todos os livros que ele já escreveu e os que ainda vai escrever. Adoro seu estilo de romance e estou bem curiosa para conhecer essa história.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. ‘Eu sempre gostei muito dos livros do Nicholas Sparks, mas chegou um momento em que eu enjoei das histórias dele, pois convenhamos que elas possuem uma mesma fórmula’ você resumiu meu pensamento, pra mim, todos os livros são iguais, gosto mais das adaptações para o cinema, são, para mim, menos entediantes. Realmente, pela resenha, Dois a dois parece ser um pouco diferente.

    ResponderExcluir
  21. Olá,

    Eu gosto muito das obras do Nicholas Sparks, embora tenha lido poucas. Esse livro em especial, parece ser bem interessante, não gosto tanto de plots familiares, mas pela sua resenha, eu talvez daria uma chance a essa leitura.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Confesso que em toda a minha vida só li 3 livros dos Nicholas Sparks e esse foi um dos livros. Eu amei conhecer o Russ e assim como você teve momentos que quis dar um choque de realidade nele, porque ser bonzinho sempre não da. A história foi bem construída, apesar de achar meio cansativa no começo. Mas a mensagem que a história passa é linda e amei, amei o final.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger